domingo, 8 de novembro de 2009

Duas (e só duas) lágrimas por isso.

Mariana Leu Clarice Lispector

"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."

2 comentários:

Marco A. disse...

Gostei bastante do espaço, apesar de que o nome chega a ser um pouco assustador, mas bem criativo, estarei acompanhando.

Abraços Marco

Marco A. disse...

Engraçado! Se não estou enganado, me lembro de ter deixado um comentário (em referência ao nome do blog inclusive), espero não ter sido indelicado.

"O meu erro deve ser o caminho de uma verdade: pois só quando erro é que saio do que conheço e do que entendo. Se a verdade fosse aquilo que posso entender,terminaria sendo apenas uma verdade pequena, do meu tamanho". Clarice L.

Abraços

Loading...