terça-feira, 31 de outubro de 2006

E por falar em época de eleições...


bem a calhar

Um comentário:

Anônimo disse...

Para Mariana
:)
Não recebi ontem nem ontem de ontem cartas tuas, depois de vários dias de espera. Você não calcula o prazer que tinha, quando as lia, relia e era assim! A minha alegria esta convertendo se em súbita tristeza. Eu estou com meu aflitostato tão alto por não ter notícias que saí com esta há poucas horas e, com efeito, novamente não encontrei as suas cartas, uma da quais deveria tecer alguns comentários ou vindo antes sobre forma de poesia, mas que, sem dúvida, por causa do tempo, esta sendo demorada. Também dever deve ter compromitentes maiores que postar cartas as minhas vontades; uma delas, a que seria escrita no sábado, falaria do que levaria do tempo no domingo às horas, sem lembrar-me (perdoa-me!) que ao domingo o almoço sai à 1 hora da tarde. Às horas leva as outras cartas e ambas devem seguir seus destinos. Deste modo, não serei eu só quem sofreu com ausência de cartas. Calcule a minha aflição pela sua ausência, e estou que não será a última.
Eu já tinha ouvido cá que a Mariana estava produzindo, mas o que não sabia era que se projetava essa ausência maior. Creio, como tu, que os afazeres não fazem nada mal; mas compreendo também que não é possível dar simplesmente essa razão. No entanto, lembras perfeitamente que a sua presença será sempre excelente para todos nós. O que falo nisso mais uma vez e é quanto basta para que se trate disto. A carta há de encontrar-te, porque se empenha nisto o seu coração.

abracao
João

Loading...