quarta-feira, 21 de julho de 2010

ACALANTO DO AMOR PRA SEMPRE

Pra Cabel.

Dorme, meu amor, o sono dos justos.
Dorme o sono que te protege
Dos males da vida,
Da indiferença, do azedume do rancor.

Dorme, meu amor, o sono dos anjos,
Que te resguarda da hipocrisia,
Do desalento e da ruína
De provar dissabor.

Dorme, meu amor, que te protejo
Do teu sonho de criança velado
Cuidarei eu
Do teu sonho acordado de adulta
Cuidaremos juntas.

3 comentários:

Ana Blanc disse...

Caraca! Lindo! Emoção pura, choro feliz!

msafreire disse...

Ah, lindona, como diz a Cabel, como vamos para de fungar com tanto lindura: sua com esses escritos incríveis e ela com aquela carinha de A Grávida do Ano? Beijos

Professora Isabel disse...

Rimã, minha flor. Obrigada pelo presente tão lindo. Sei que estará ao meu lado, mãe, tia, avó, eu e você eternamente juntas. Eu te amo.

Loading...