quarta-feira, 8 de março de 2006

Cause and effect


Charles Bukowski

the best often die by their own hand

just to get away,

and those left behind

can never quite understand

why anybody

would ever want to

get away

from

them

3 comentários:

Anônimo disse...

É preciso não esquecer nada


É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.

É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.

O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.

O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.

O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence.


Cecília Meireles
Anonymous | 18.03.2006 - 22:06 pm | #

Anônimo disse...

Lindo.
Pena q saiu anônimo...
Mariana | 19.03.2006 - 21:17 pm | #

Anônimo disse...

Sorry!
Mas, autora saiu
Joao
Joao | 22.04.2006 - 0:01 am | #

Loading...